segunda-feira, julho 04, 2005

Questões de Estilo

Anunciei ontem que tinha pendurado as luvas. Recebi alguns telefonemas, uns tantos e-mails e, publicamente houve dois simpáticos membros da blogoesfera: LS, do Abnegado e Pindérico, do Só Palpites, lamentando o abandono que, segundo eles, eu anunciava.
Devo, seguramente, ter-me explicado mal.
Apenas anunciei mudança de estilo. Pendurei as luvas e vou tentar mostrar alguma habilidade para distribuir rosas, esperanças e sorrisos.
Ainda ontem, por exemplo, ao entrar em Lisboa, deixei-me arrastar pelo enlevo da luminosidade da nossa cidade e preferi maravilhar-me com a luz do fim de tarde a pensar noutras coisas.
Veio-me então à lembrança o encantamnento de uma velha amiga, habitante de outro país europeu, igualmente luminoso, mas que, quando chegava a Lisboa, se surpreendia com a sua própria irritação por constatar a existência de outros estrangeiros a gozar a luz de Lisboa.
Lisboa, espraindo-se na luz de um fim de tarde, sugere a descoberta de todos os encantos de mulher vivida, de menina atrevida, de mestiça de olhos doces e sorriso cumplice.
Lisboa, plantada de jacarandás e roseirais é um jardim de esperança que eu quero cultivar.

1 comentário:

LS disse...

Ora que boa noticia e que bela ideia!