quarta-feira, novembro 12, 2008

Meu Reino Por Uma Ministra

Tudo quanto se tem passado na Educação em Portugal desde que a Ministra Maria de Lurdes Rodrigues e mais dois secretários de estado tomaram conta da pasta ultrapassa tudo quanto é compreensível numa sociedade regida por regras democráticas, num país que ultrapassou cinquenta anos de autoritarismo.

O que a senhora ministra responde às perguntas dos jornalistas a propósito das manifestações dos professores é incompreensível, desonesto, falacioso e tem como único objectivo garantir que, ainda que vá recuando, a sua posição seja sempre de força.

É evidente que o primeiro-ministro é culpado porque já a devia ter demitido. Sócrates é pouco esperto porque teimoso, e mau governante porque não sabe prever e... "governar é prever".

Que ele não tenha previsto a crise financeira internacional, quando ela bailava em todos os jornais internacionais e mesmo em alguns nacionais...enfim: o homem está imbuído do espírito do poder.

Agora, que não tenha "adivinhado" que a senhora ministra lhe iria causar problemas?! É um mau gestor de recursos humanos.

Os problemas da educação, somados aos da Saúde, aos das Forças Armadas aos das pequenas e médias empresas (com acesso a créditos de 25.000€!!!!) vão dar, obviamente uma derrota eleitoral para o PS.

E quem é culpado?

Obviamente o Engenheiro José Sócrates e também caixeiro viajante ao serviço do Magalhães.

Só nos resta esperar que o PSD não fique em posição de governar.

Oremos...então!

1 comentário:

Milu disse...

Você é mesmo anti-Sócrates! Defende, então, que o Primeiro Ministro de Portugal tinha que ter previsto,antecipando-se a todos os seus mundiais congéneres e organismos, como por exemplo a FMI, a crise financeira internacional!? Olhe para a nossa vizinha Espanha, um país que chegou a ser tido como um exemplo a seguir, veja o estado sócio-económico em que se encontra e tire ilações.Quanto aos professores vão ter de se convencer que, cada vez mais, há que primar pela qualidade, portanto, devem de ser avaliados, um bom profissional não tem medo porque, em princípio, tem todo um trabalho para se valer.Já percebi que tem uma posição de esquerda, quanto a mim, exceptuando umas pequenas variantes são todos a mesma coisa, melhor dizendo, todos vivem da política, uns não são melhores que outros, quando muito, diferentes, mas sempre à caça do mesmo!...